apresentam:
about

O feriado da Semana Santa foi de muita música para os integrantes da Plataforma Sinfonia do Amanhã. Entre os dias 29 de março e 1º abril, com a realização do I Encontro Plataforma Sinfonia do Amanhã, no município de Aquiraz, estudantes, gestores e professores de 15 instituições do Ceará, da Bahia e de Goiás estiveram presentes. O evento permitiu que os participantes dessas instituições, vindas de diferentes regiões, trocassem experiências através de residências artísticas, seminários e apresentações.

Para Mardonio Barros, Diretor da Plataforma Sinfonia do Amanhã, o Encontro ocupou um espaço de formação e difusão juntos, na região metropolitana de Fortaleza e para os integrantes representou um importante momento de consolidação de um planejamento em comum, de agenda coletiva entre os integrantes da rede. 

Seminário Música e Sociedade

Voltados para gestores e equipe pedagógica, o Seminário Música e Sociedade propôs apresentar assuntos pertinentes ao trabalho realizado em cada instituição.

No primeiro dia de atividade (30/03), foram discutidas estratégias de aproximação dos fazeres das instituições com a criação de um grupo de trabalho para a construção de uma agenda em comum, na qual as entidades poderão propor ações para uma vivência em comum e para o convite das demais instituições. Para o grupo de trabalho, cada uma das escolas deverá indicar um responsável para alimentar a agenda e fazer proposições sobre as ações.

Já no sábado, dia 31, as atividades tiveram início pela manhã com a gravação da websérie com o músico Renato Borghetti, que esteve em residência artística de 27 a 31/03 na Tapera das Artes, compondo a programação do Encontro Mestre e Aprendiz - EMA.

Como parceria da Plataforma com o EMA, a websérie compõe os Diálogos Sinfonia, no qual um mestre da música instrumental é convidado para um bate-papo sobre música, produção musical, trajetória e outros assuntos relacionados.

Logo após os Diáogos, os gestores reuniram-se para tratar sobre o planejamento do Festival Acordes do Amanhã.

O período da tarde foi dedicado à apresentação do trabalho realizado pela Filarmônica Minerva, da Bahia, e da Rede de Orquestras Jovens de Goiás. Com a presença da psicóloga e uma das gestoras da Filarmônica, Ana Laura Valois, e do Maestro Elizeu Ferreira, de Goiás.

Residências artísticas

Divididas em cinco temas, as Residências foram ministradas por professores de diferentes instituições em aulas com formato de oficinas. Cordas friccionadas, violão, sopro, canto e voz estiveram ao lado da residência como a do professor Tércio Araripe, que também coordena a Escola de Artes de Moita Redonda, convidado para ministrar oficinas utilizando o barro para construir trombetas. Tércio indicou a importância do encontro entre os alunos de diversas instituições. “Isso é a coisa mais rica que tem, e também o que está sendo ensinado, mas o encontro entre eles reverbera. Quando rola amizade, isso dura para vida toda”, aponta.

Esse compartilhamento de vivências também possibilitou o conhecimento de diversas realidades e troca de contatos, oportunizando laços e amizades que saem dos muros escolares. A violinista e integrante do Projeto Acordes Mágicos, Vitória Cruz, de 14 anos, além de poder conviver com jovens de sua idade, disse ter gostado bastante de ter aulas com outros professores. “Esse encontro é muito bom para tirar a timidez”.

Durante todas as noites, foram organizadas as chamadas Jam Sessions, sessões musicais onde os estudantes se inscreviam para tocar algo de sua escolha, tanto individualmente como em grupo. Segundo explicou a professora de cordas friccionadas do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza Grace Kelly, momentos como esses proporcionaram uma interação mais efetiva, “O maior engrandecimento acho que é esse sentimento de pertença musical. Então quando tem o evento, é uma oportunidade deles se sentirem protagonistas das suas próprias histórias”, completa.

Referências musicais

Para servir como complemento ao conteúdo das formações, artistas foram convidados para integrar o evento em apresentações musicais, que aconteceram na noite dos dois primeiros dias e na manhã do domingo. A dupla Carlinhos Patrolino e Thiago Almeida tomaram conta do palco na primeira noite, enquanto a banda Trio Madeira embalou o segundo dia com um repertório cheio de referências à música brasileira. O encerramento ficou por conta da cantora Flor Amorosa. 

As apresentações, com quase 300 espectadores durante os três dias, foram pensadas com o intuito de trazer referências musicais e conhecimento prático aos participantes, que puderam acompanhar diferentes ritmos com os diferenciados instrumentos, além de tornar o aprendizado mais lúdico.

 

contact
E-mail
plataformasinfonia@gmail.com
Telefone
+55 (85) 3235-4063
Endereço
Oswaldo Cruz, 01 / 13º andar, Sala 1308 - Meireles, Fortaleza - CE / CEP: 60.125.150

 

CE

RS

GO

BA

Consultoria Executiva:Realização: