apresentam:
about

Articulação:

Na constituição de uma rede colaborativa de instituições e atores da música para compor mecanismos de interação e compartilhamento de espaços, conhecimentos e ideias, permitindo um enriquecimento coletivo, tanto do ponto de vista cognitivo quanto estrutural.  Compartilhar espaços, conhecimentos e ideias permite um enriquecimento coletivo, tanto do ponto de vista cognitivo quanto estrutural. 

Além do intercâmbio entre as instituições, serão realizadas atividades de intercâmbio (jornadas, encontros, diálogos) com os projetos, dando uma maior dimensão às ações da rede. Essa articulação entre instituições possibilita, assim, o reconhecimento das potencialidades de cada escola e a superação das fragilidades, criando modos de atuação mais produtivos e sustentáveis e gerando resultados mais consistentes. 

A rede se configura, ainda, como ambiente de reflexão acerca da sustentabilidade das propostas e instituições envolvidas e do funcionamento do campo da produção e difusão musical de modo mais amplo. A criação de uma coordenação/conselho pedagógico dará unidade aos processos e permitirá uma gestão mais ampla desse sistema. 


Formação:

Ações destinadas ao fortalecimento das atividades de educação musical voltada aos alunos e para o aprimoramento do corpo docente e gestor das instituições. Para isso serão realizados cursos de formação de gestores, diálogos sobre educação musical com os professores, residências artísticas com os aprendizes dos projetos e seminários sobre educação musical para crianças e jovens.

A formação de gestores contará com cursos livres, contando com 20 horas cada, abordando as seguintes temáticas:  Legislação (contabilidade e certificações); Comunicação, Marketing Cultural; Planejamento político pedagógico (ferramentas de acompanhamento, criação dos instrumentais de acompanhamento, e acompanhamento pós-projeto); Política cultural, assistência social, direitos humanos e educação; Recursos humanos/ gestão de pessoas; e Elaboração de projetos, planejamento orçamentário, Captação, Mobilização de recursos, Sustentabilidade financeira. 

Já para os professores serão realizados diálogos formativos com projetos educacionais do Brasil e de outros países. Cada diálogo receberá um convidado que trará experiências e abordagens no campo da educação musical em outros cenários.

Os temas abordados serão: Projeto Político Pedagógico, planejamento pedagógico, plano de aula; Modelos/ instrumentos de avaliação pedagógica; Metodologias de ensino de música para crianças e jovens; O ensino da música no contexto social e desenvolvimento humano (contribuição da música para o desenvolvimento, sensibilização, afetividade, vínculo com a missão da instituição); e Tecnologia e o ensino da música. 

Os Seminários Sinfonia em Rede serão momentos voltados para professores e coordenadores das instituições no qual se discutirá tecnologias, pedagogias e estratégias de ensino da música. 

Além disso, alunos serão selecionados para participar de Residências Artísticas, onde vivenciarão a teoria e a prática musical ampla, tendo contato com professores reconhecidos no campo da educação musical.


Difusão:

A difusão da música instrumental é o terceiro eixo de atuação da Plataforma Sinfonia do Amanhã. Através do intercâmbio e troca de experiências entre os grupos de referência das instituições envolvidas e outras iniciativas de educação musical do Brasil, busca-se estimular a circulação desses trabalhos e promover novas conexões com a realização de um festival de música. 

O processo de difusão configura-se como um complexo de atividades distintas e complementares que buscam promover a integração entre os espaços que atuam na formação e educação musical, dando visibilidade aos seus trabalhos, por meio de ações de circulação, e aproximando os seus fazeres na busca pela composição de um espaço que aproveite a energia existente em cada um para gerar resultados mais potentes para a difusão musical. 

A proposta supera a realização de um festival, pois transborda a ideia comum de evento como fim em si mesmo, entendendo o festival como um espaço que promove reflexões, intercâmbios, experimentações e possibilidades novas para a música. Além de uma valorização dos projetos, a proposta é promover intercâmbios e trocas entre alunos e professores de cada integrante da rede, contribuindo para criar pontes e elos entre esses atores, para a projeção dos grupos musicais e para o desenvolvimento social por meio da cultura. 

A abertura conceitual e cognitiva resultante das interações promovidas no festival são o principal diferencial do projeto, que amplia a convivência com uma produção musical diversificada e de qualidade, garantindo a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social o acesso a experiências estéticas e artísticas, que na maioria das vezes se limitam a determinadas classes sociais. 

Possibilitar a ampliação dos atendimentos nas escolas de música, favorecer a capacidade de organização e gestão desses espaços, ampliar perspectivas, promover circulação e trocas. São esses os principais ganhos do Festival, que posiciona a música para além de uma linguagem artística, favorecendo o reconhecimento da educação musical como uma importante ferramenta para alavancar o desenvolvimento social, econômico e cultural do estado, fortalecendo uma formação integral do indivíduo, que contemple as esferas artística, cidadã e humana, proporcionando um maior equilíbrio social e a formação de capital social e cultural.

contact
E-mail
plataformasinfonia@gmail.com
Telefone
+55 (85) 3232-4063
Endereço
Oswaldo Cruz, 01 / 13º andar, Sala 1308 - Meireles, Fortaleza - CE / CEP: 60.125.150

 

CE

RS

GO

Apoio Cultural:

Consultoria Executiva:Realização: